Eu não sou médico, mas aceite este como um conselho de amigo.

Se está com uma valente dor de costas, pouco dinheiro na carteira e pondera comprar vinho numa garrafeira das grandes ou mesmo num supermercado, talvez não seja pior esperar por outro dia.

Tal como milhares de outros produtos, também o vinho está segmentado por diversos patamares. Não me refiro apenas a patamares de estilo ou de gosto; falo, em concreto, de patamares de preço.

As superfícies comerciais que vendem vinho colocam-no mais ou menos acessível, fisicamente, consoante o que mais lhes interessa vender.

Regra geral, os vinhos mais baratos estão numa prateleira mais baixa, uma espécie de piso -1…a tal que nos obriga a piorar a dor de costas. (…)

PODCAST:

»download«